Você sabe o que é ADWORDS?

Que empresa não deseja impactar diariamente mais clientes além de aparecer ao comprador em potencial na hora certa, não é mesmo?! Um dos principais recursos que pode ajudar a ti e ao teu negócio em relação a isso são os links patrocinados através do Google. A proposta do Google Ads é simples: exibir um anúncio realmente relevante que entregue exatamente aquilo que as pessoas buscam.

Esse encontro entre comprador e produto ocorre através do momento em que alguma palavra-chave, que tenha a ver com o negócio, é digitada no Google. Por meio do cruzamento de dados, a interação entre consumidor e empresa se dá por meio dos links patrocinados que aparecem em destaque.

Em suma, o Google Ads funciona assim:

1- As pessoas pesquisam no Google: As pesquisas são feita por palavras-chave (ou termos de pesquisa) para pesquisar produtos e serviços específicos.

2 – Elas vêem o seu anúncio: Se as palavras-chave que você escolheu corresponderem à pesquisa efetuada pelas pessoas, o seu anúncio é apresentado ao lado ou acima dos resultados de pesquisa Google.

3 – Você obtém mais clientes: Quando as pessoas clicarem no seu anúncio, elas irão ao seu Website para saber mais informações ou fazer compras.

Com nossa consultoria especializada você garante o melhor desempenho no Google de acordo com suas metas. Além de analisarmos e acompanhar diariamente o crescimento digital do teu negócio, instruímos seus funcionários, criamos perfis de acesso, desenhamos estratégia e entregamos relatórios periodicamente conforme sua necessidade. Essas e demais ações para concretizarmos o uso sistema de links patrocinados do Google a seu favor você só encontra na Plin Digital.

Contrate a Plin Digital:
Planejamento digital
Marketing de Conteúdo
Estratégia digital para o seu negócio
e-mail: mari@plindigital.com
www.plindigital.com
51 9 8225 0065

SEO para YouTube: como atrair visibilidade para seus vídeos – Parte 2

Conforme prometido, segue a segunda parte do post sobre SEO para YouTube. Não conferiu a primeira parte? É só clicar no link: http:bit.ly/seoparayt

Bom, vamos ao que realmente interessa. Nessa parte daremos mais cinco dicas para você atrair mais visibilidade para seus vídeos.

1 – Conheça as palavras-chave que já levam tráfego para o seu canal

Se você já tem canal no YouTube há mais tempo, uma outra opção é descobrir palavras-chave que já levam tráfego para o seu canal e produzir mais conteúdo sobre aquele assunto.

Para descobrir essa informação, basta acessar o YouTube Analytics > tráfego > pesquisa do Youtube.

2 – Fique atento à duração do seu vídeo

Se você fizer uma pesquisa rápida no YouTube, verá que a maioria dos vídeos que ocupam as primeiras posições têm mais de 5 minutos de duração. O YouTube ranqueia bem os conteúdos que mantêm os usuários na plataforma por mais tempo, portanto, tente fazer vídeos mais completos sempre que possível.

Pense no exemplo dos blogposts, quanto mais complexo o tema, mais você escreve, certo? Só não caia na armadilha de falar muito tempo sobre um assunto que não rende tanto, isto pode surtir o efeito contrário na sua audiência e fazer com que eles abandonem o vídeo.

3 – Faça o uso de Tags

As tags são fundamentais tanto para as indexações quanto para quem está em busca de um assunto no YouTube. Não confunda com as tags do WordPress, por exemplo, que têm pouca influência para mecanismos de busca.

Inclua palavras-chave para definir o vídeo, inclusive a principal, é claro. Seja claro e fuja da linguagem técnica ou complicada. A ideia é ser uma informação simples e direta para o usuário. O YouTube vai usá-las, também, para sugerir seu vídeo quando o usuário está assistindo produções de outros canais, concluindo que são do mesmo tema.

O YouTube recomenda até 120 caracteres, incluindo os espaços, no total. Isso pode dar até 15 palavras. Para uma busca mais exata, faça uso de termos de cauda longa – 3 ou 4 palavras, no máximo. Mas, quais tags usar no YouTube?

Uma ideia bem útil é procurar as tags usadas nos vídeos mais visualizados dos seus concorrentes e avaliar a inserção delas nos seus. Lá no começo do texto a gente falou como fazer, lembra? Vai um pouco no que falamos sobre sugestões de vídeos relacionados.

Além disso, sempre tenha em mente a ideia de criar as tags em relação ao título do seu vídeo.

4 – Compartilhar e Incorporar

O Youtube disponibiliza o compartilhamento para a divulgação nas mais diversas redes sociais. Dentro do vídeo, você pode incentivar o usuário a fazer essa ação.

Já a incorporação faz com que seu vídeo possa ser indexado a blogs e outros sites. Leve seu vídeo tanto para suas URLs quanto a de parceiros. Lembre-se, tenha pertinência e sempre crie uma chamada para a propagação do seu vídeo.

Quanto maior a divulgação, maior são as chances do seu vídeo ser visualizado e maior a chance de ranqueamento no Youtube.

“Gostar” do vídeo, “Adicionar aos favoritos”, “Incluir em Listas de Reprodução”, “Links” para o vídeo também são fatores importantes para engajamento e ranqueamento no Youtube.

5 – Encoraje o usuário a se inscrever

Inscrições são muito importantes no YouTube.

Esse é um dos fatores que os algoritmos do YouTube usam para ranquear vídeos.

Curtir ou comentar em um vídeo é uma ação única. Mas inscrever-se significa que o usuário vai ver seu conteúdo regularmente.

Para o YouTube, esse é um fator importante, que reflete quanto valor você oferece.

Dica de profissional: Muitos YouTubers pedem aos usuários que curtam, comentem e se inscrevam ao mesmo tempo. Mas se você resolver priorizar uma dessas métricas, foque em encorajar as inscrições.

E aí, gostou do conteúdo?

Quer saber mais sobre o assunto?

Contrate a Plin Digital:
Planejamento digital
Marketing de Conteúdo
Estratégia digital para o seu negócio
e-mail: mari@plindigital.com
www.plindigital.com
51 9 8225 0065

SEO para YouTube: como atrair visibilidade para seus vídeos – Parte 1

Sabe como divulgar seu Canal no YouTube da forma mais eficaz possível?

Usando técnicas de SEO para YouTube.

Se você acha que para ganhar espaço no YouTube basta fazer excelentes vídeos, com conteúdo de valor, um roteiro bem elaborado e uma boa edição, sinto dizer, mas só isso não é suficiente.

Ao finalizar todo esse processo, você começa a segunda etapa do seu trabalho: a otimização do SEO para YouTube.

O que é SEO para YouTube?

Antes de ver o que é SEO para YouTube, vale a pena voltar algumas casinhas e entender o que é SEO.

Search Engine Optimization é o conjunto de estratégias de otimização da experiência do usuário que visa melhorar o posicionamento de uma página nos mecanismos de pesquisa.

Engloba questões de programação, design, produção de conteúdo e relacionamento com outros sites, para que os buscadores considerem que aquela página é o melhor resultado para aquilo que o usuário busca.

Dito isso e explicado SEO de forma bem resumida, vamos entender agora o que é SEO para YouTube.

Sistemas de busca existem em muitos outros lugares da internet. Quando você acessa um site, por exemplo, geralmente existe lá uma busca, que vasculha os conteúdos internos. Nas redes sociais, também há um mecanismo de pesquisa interna.

É isso também que acontece no YouTube, que oferece o seu próprio sistema de busca para que os usuários encontrem facilmente os canais e vídeos que procuram.

E a plataforma tem bastante peso entre os buscadores da internet: este estudo de 2017 mostrou que o YouTube tinha um número maior de pesquisas que Yahoo! e Bing, por exemplo.

Portanto, as otimizações de SEO para YouTube que você fizer valem para a busca dentro da plataforma, mas também para disputar esse espaço na pesquisa do Google.

Como fazer SEO no seu canal do YouTube

Depois de entender como o YouTube determina a relevância dos seus vídeos, está na hora de descobrir como você pode usar as técnicas de SEO para atrair tráfego de qualidade e aumentar suas visualizações.

Faça um vídeo de qualidade

Pode parecer clichê, mas o primeiro passo para toda estratégia de SEO bem-sucedida é ter um conteúdo em vídeo de qualidade. Se o seu vídeo for ruim, ele não irá ranquear no YouTube, não importa o quanto otimizado para SEO ele seja.

Você não precisa de uma grande produção nem de um videomaker profissional, se o seu conteúdo entregar valor para quem está assistindo, ajudar a resolver um problema ou conduzir o espectador para o próximo estágio do funil.

No entanto, se você tiver dinheiro para contratar especialistas para produzir seu conteúdo, sugiro que faça isso! Acredite, esse gasto será compensado lá na frente quando você estiver atraindo tráfego qualificado para o seu canal.

Seja qual for o seu caso, enfatizar a qualidade na sua gravação é importante para proporcionar uma boa experiência para o usuário e, consequentemente, melhorar seu posicionamento no YouTube.

Aqui, é importante ficar atento ao início do seu vídeo. Segundo o próprio YouTube, você tem até 15 segundos para capturar a atenção do seu espectador, ou seja, é importante entregar alguma informação no início que o faça querer te assistir até o final.

Outra dica que ajuda bastante é inserir pequenas “quebras” no ritmo, para manter o seu espectador prestando atenção, especialmente se for um vídeo de você falando o tempo todo. Recursos de edição e até mesmo uma encenação são ótimas formas de fazer isto.

Escolha as palavras-chave para o seu vídeo

A escolha da palavra-chave pode ser determinante para o sucesso ou para o fracasso do seu vídeo.

Encontre o equilíbrio entre as categorias mais buscadas no YouTube e palavras-chave específicas do seu nicho. Só que aí vem a pegadinha: a palavra-chave escolhida também deve ter um volume de buscas relevante para atrair tráfego para o seu canal.

Otimize seu conteúdo para suas palavras-chave

Assim como em qualquer outro site, seus vídeos no YouTube precisam ser otimizados para a palavra-chave escolhida. Certifique-se de incluir sua palavra-chave no título do seu vídeo, nas tags, na descrição e até no nome do arquivo que você postar na internet, de preferência no início da frase. Essa prática ajudará os usuários a acharem seu vídeo, além de melhorar o seu ranqueamento na plataforma de vídeos.

Descrição dos vídeos

Além de citar sua palavra-chave 3 ou 4 vezes no texto, você deve tomar alguns cuidados na descrição dos seus vídeos, afinal, elas são o principal parâmetro do YouTube para identificar que tipo de conteúdo você aborda ali.

Semana que vem traremos aqui a segunda parte deste conteúdo. Aguarde!

 

Gostou e quer saber mais sobre o assunto?
Contrate a Plin Digital:
Planejamento digital
Marketing de Conteúdo
Estratégia digital para o seu negócio
e-mail: mari@plindigital.com
www.plindigital.com
51 9 8225 0065