Tendências no Google Developers Festival de Dubai

A tecnologia está por todos os lados nos Emirados Árabes: nas ruas, na realização de grandes eventos e no radar empresarial. Durante as semanas que nossa sócia Mari Petek passou por lá, foram realizados diversos encontros que debateram o desenvolvimento tecnológico no âmbito digital. Entre eles, o Google Developers Festival, que reuniu diversas frentes em palestras, workshops e outras atividades.

Em uma delas foi realizado um Hackaton (maratona de programação) onde as melhores ideias foram escolhidas para terem o aporte de recursos financeiros do NDB Emirates. O banco é o maior da região e patrocinou a atividade não só por priorizar a inovação, mas também por estar em busca de melhorias em um algoritmo para um app financeiro.

Os workshops que Mari participou abordaram temas variados, como a segurança, a Inteligência Artificial (IA) e o fato de estarmos vivendo uma verdadeira revolução. Este último tópico merece atenção especial, pois diz respeito ao fato de muitas coisas na internet estarem à venda ou em uma lógica de compartilhamento. A principal argumentação nesse sentido é de que as pessoas estão cada vez mais desapegadas de seus bens, colocando-os a serviço de outros usuários. AirBnb, Uber e outros aplicativos são exemplos desse movimento cada vez mais determinante do marketing e dos negócios digitais.

A economia de compartilhamento é uma realidade e impõe novas noções, como a descentralização das operações, dos locais de trabalho e da ocupação constante de bens por seus proprietários. Frente a esse cenário, sempre que novas ideias surgem é importante ter algumas questões em mente: essa ideia é compartilhável? Estando tudo à venda, como se prepara um produto que não tem dono? Em um universo que gira numa velocidade cada mais maior, como fazer com que a parceria entre humanos e máquinas funcione? Sem um local fixo de trabalho, com equipes remotas, como gerenciar a produtividade? É importante pensar nas respostas para essas perguntas diante do novo momento pelo qual o mercado está passando.

Nesse contexto, novas indústrias habilidades e ramos de negócio se apresentam e continuarão se apresentando, bem como novas profissões – entre as quais guia de tour no espaço, designer de órgãos, modeladores de genes, economista de criptomoedas, designer de realidade virtual, arquiteto para cidades inteligentes, engenheiro de 3D. Assim, de todas as lições deixadas pelo Google Developers Festival nos Emirados Árabe, uma das mais marcantes é que a colaboração e inteligência de massa estão promovendo uma ruptura com os modelos tradicionais de negócios. Precisamos estar prontos para ela.

Quer saber mais do foi visto e vivido nos Emirados Árabes? Acompanhe semanalmente o blog da Plin.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s