Quando a informação se torna experiência: o uso da realidade aumentada no Jornalismo

Realidade virtual e Realidade Aumentada estão entre os temas mais discutidos no SXSW de 2018 que, nesta segunda-feira,12, está em seu quarto dia, em Austin, no Texas. São mais de 60 palestras dedicadas ao assunto ao longo do evento, em diferentes áreas, e o Jornalismo não fica de fora. O uso dessas tecnologias é uma realidade em redações norte-americanas, como o Washington Post. A experiência foi compartilhada, hoje, no painel ‘Realidade, mas melhor: aumentando o mundo com notícias’.

Na ocasião, o diretor de iniciativas estratégicas do Post, Jeremy Gilbert, contou como a tecnologia vem ajudando o veículo a proporcionar ao leitor uma experiência mais imersiva nas coberturas. Iniciado em 2017, o uso de realidade aumentada ganhou uma seção própria no aplicativo do celular do jornal – e vem sendo usada em projetos especiais, como a cobertura da Olimpíada de Inverno deste ano. Com o celular nas mãos, o leitor podia correr e comparar sua velocidade com a de corredores olímpicos, em uma tela que se assemelha a um videogame. Atualmente, quase 20 pessoas na redação – que reúne 800 jornalistas – dedicam-se a criar esses projetos.

“No início, havia certo ceticismo na redação, questionando se valia a pena o esforço e o investimento, se era relevante. Mas temos construído uma cultura coletiva, e temos uma boa resposta dos leitores”, detalhou Gilbert, em entrevista para o Coletiva.net. Erica Anderson, que comanda a área de narrativas de imersão do Google News Lab, prevê que, em cinco anos, a realidade virtual e aumentada estará popularizada nas coberturas jornalísticas.

“Estamos muito perto disso, a tendência é que essas tecnologias se tornem mais acessíveis e populares, e os jornalistas vão aprender a usá-las. No futuro próximo, a informação será experiência e estará ao nosso redor”, disse, durante sua apresentação no painel.

O que está sendo feito

No link abaixo, você pode conferir alguns outros exemplos de uso da Realidade Aumentada no jornalismo norte-americano. O material foi disponibilizado por outro participante do painel, o professor de tecnologia emergente da Universidade de Norte Carolina Steven King. A recomendação é de que as histórias sejam acessadas pelo celular, o que possibilita uma melhor experiência do que no computador:

https://medium.com/@steven_king/sxsw-panel-reality-but-better-augmenting-the-world-with-news-899d3cc3b8af

Fonte: Coletiva.net

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.