Os Declaro On e Off

Ilustrao_On e OnOff

 

Dias atrás, estava eu tomando café no centro da cidade e, mesmo sem querer, acabei escutando a conversa da mesa ao lado. Tratavam-se de dois homens. Cerca de 40 ou 45 anos. Falavam da venda de suas empresas. O diálogo abaixo me fez pensar:

– E esse Facebook aí? Será que vende?

O outro respondeu:
– Olha, eu já até investi com uns caras aí, mas não achei muito interessante. Ainda acho que é coisa para os meu filhos passarem o tempo.

Sei que isso pode ser um caso isolado, mas também pode não ser. Digo isso, pois vejo em algumas empresas (de consultorias que faço) um desalinhamento gigante entre o setor de marketing digital (para empresas que tem esse setor, é claro) e os demais setores chamados “off-line”.

Por vezes, o pessoal do marketing digital foca todas as suas energias em gerar conversão no e-commerce com o e-mail marketing, em gerar muitos “likes” e compartilhamentos no facebook enquanto do outro lado os caras do “off-line” estão focados em comprar bem, gerar grandes promoções, vender, vender e vender.

O marketing digital nos mostrou uma forma totalmente individualizada de impactar as pessoas. Nos trouxe novos conceitos de comunicação e publicidade. Começou a nos fazer questionar formatos nunca antes ameaçados como tv, rádio, jornal, revista. Fez com ficássemos focados apenas nisso, em fazer posts com muita interação, banners lindos para o ecommerce, a busca pelas melhores palavras para criar os anúncios de adwords, a melhor abordagem para o assunto do e-mail marketing e tantas outras coisas. Estendo esse pensamento para as agências digitais, que acabam vendendo um mundo novo para os clientes sem fazer ele entender o que este novo mundo é diferente do mundo que ele tradicionalmente investia.

Nesta linha de raciocínio perdem os dois, o On que acha que o cara do Off  está desatualizado e  “não sabe mais vender” e o cara do Off, achando que o cara do On ainda é “guri de internet”

Sei que em algumas (poucas) grandes empresas este cenário não é mais assim, que o marketing digital é algo plenamente presente. Contudo, em grande maioria das médias e pequenas empresas o gargalo ainda é o entendimento do poder do marketing digital para com os caras que desde sempre fizeram e venderam MUITO apenas usando o off-line.

A provocação deste artigo tem o objetivo de você, amigo, pensar se está totalmente focado em fazer tudo que citei acima. Talvez nunca tenha parado para pensar que, talvez, se for tomar um café com o cara do off-line e falar todas as coisas legais que você faz, como por exemplo “não adianta fazer uma ‘promoção de 70%, só hoje’” para o facebook. Isso irá gerar algo negativo e possivelmente não irá vender. Falar pra ele que no Facebook você pode impactar pessoas segmentadas por interesses específicos e que ele vai investir apenas uns 20% do que ele investe hoje com tv, rádio e afins. A possibilidade de vendas é absurdamente maior por não se tratar mais de impactar o maior número de pessoas independente de quem sejam, mas sim impactar as pessoas certas. Falar também que não adianta enviar e-mail marketing anunciando frete grátis em caixa alta com produtos de grade furada, além de tantas outras coisas que acontecem no seu dia-a-dia. Que tal esse papo?

Acredite, meu amigo, que neste café o cara do off-line (mesmo tendo conceitos realmente ultrapassados) pode te ensinar coisas que você nem sonha sobre vendas, sobre promoções e sobre tudo que ele viveu e como fez pra chegar até onde chegou. No final de tudo pague o café pra ele e diga que é por contar do marketing digital.

Grande abraço amigos!

Rafael Martins

Via Papo de Marketeiros

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.